A TODOS AQUELES QUE POR AQUI PASSEM SEJAM SEMPRE BEM VINDOS A ESTE ESPAÇO DEDICADO AOS MEUS TREINOS DE CORRIDA
E A TUDO QUE POSSA INTERESSAR NA NOSSA VIDA





















domingo, 27 de fevereiro de 2011

10 KM AVINTES

Hoje foi dia de prova.
Ccomo já tinha dito no post anterior, esta foi a minha prova de estreia no atletismo e a quarta vez que a corro.
O dia estava excelente para correr, tudo fazia prever uma grande moldura humana que infelizmente não se veio a concretizar, mas que mesmo assim não deixou de ter cerca de meio milhar de atletas na linha de partida para os 10km.
Este ano o percurso da prova foi alterado, em termos de distancia foi praticamente a mesma dos anos anteriores, cerca de 9600 metros, o percurso própriamente dito acho que não saiu beneficiado, pelo contrário, iniciar uma prova praticamente numa subida e praticamente a frio não é agradavél, em relação à organização notou-se que  as dificuldades cada vez são maiores mas mesmo assim acho que cumpriram dentro daquilo que têm sido normal.

Tive o prazer de durante a fase de aquecimento e após o término da corrida de conhecer e conversar um pouco com o Carlos Castro sobre as nossas mazelas do atletismo e dar-lhe os parabéns pelo  cronicasdascorridas. e desejar-lhe as melhoras, no entanto como ainda não temos atleta temos o repórter e a sua objectiva.





Obrigado ao reportér de serviço

Bom, naquilo que me toca terminei dentro do habitual, tinha na ideia baixar um pouco mais, mas o corpo não deixou, os treinos durante esta semana deram a entender que estava a precisar de abrandar um pouco.  O treino de 28km efectuado na semana anterior ainda pesava nas pernas. Curioso foi pela primeira vez ter corrido sem olhar para o relógio, apesar de o levar no pulso não pude contar com ajuda dele porque fiquei sem bateria mesmo antes do inicio da prova, tive a preocupação de o por a carregar mas o meu filhote desligou o computador, situação que eu não reparei e o resultado foi o relógio completamente descarregado



Terminei os cerca de 9600 metros com 43:23 e com vontade de ter parado logo na primeira volta, tal era o cançaso.










Esperemos agora pela próxima que será a Corrida do dia do Pai




quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Avintes e o inicio na corrida

Aproxima-se os 10km Avintes, aquela que foi a primeira prova de corrida em que participei.
Corria o ano relativamente recente de 1997 tinha 47 anos quando em Agosto após as férias de verão, inicio o retorno ao trabalho e sinto que há qualquer coisa de errado comigo, algum desconforto em certos movimentos coisa que outrora fazia com alguma facilidade, o que me leva a pensar que estava demasiado pesado.
Como diz o ditado : o algodão não engana;  o problema é que a balança também não, e ia eu já  a caminho dos 94 kg.
Algo me disse que tinha que mudar, e como tinha vários colegas de trabalho que faziam corrida decidi também que talvez fosse uma das opções para fazer descer o ponteiro da balança.
Comprei umas sapatilhas para correr, não dei muita importância aos aspectos técnicos da sapatilha, se era a correta para a minha passada, o tamanho, aquilo que pretendia era umas sapatilhas para correr.
Vontade não faltava, o problema esse seria começar e não desistir.
O meu passado como atleta de futebol  desde os iniciados até  aos seniores fazia prever que seria fácil voltar a correr com relativa facilidade, puro engano.  Tinha cerca de trinta anos quando derivado a uma lesão que não havia maneira de ir embora me fez abandonar o futebol e toda a actividade desportiva, a única coisa que queria é que não me prejudica-se a minha vida profissional. Durante os seguintes 17 anos não mexi mais uma palha a nivél físico, sofá, televisão, computador, Internet, tudo isto alheado a um bom garfo á mesa, e o resultado quase 94 kg.
Quando pela primeira vez calço as sapatilhas para correr, pensava eu que ia correr uns bons kns... mas  faltava algo, não havia pulmão, na altura fumador, não havia pernas e a distancia corrida ficou-se pelos 300 metros foi o que consegui correr antes de parar para descansar.
E foi assim durante uns meses, com avanços e recuos  lá fui tentando correr uma distancia de 4km para cada lado com muitas paragens para caminhar até ao dia em que pela primeira vez o consegui fazer sem parar, foi uma vitória.
Em Janeiro de 2008 quando me senti em condições de correr cerca de 1 hora sem parar comecei aparecer no parque da cidade e aí começou o convívio com muitas das pessoas com quem hoje corro.
O treino diário passou a ser hábito o tabaco foi-se, os treinos longos aos domingos  começaram  a fazer parte do treino, até que chegou o dia da primeira prova.
Pela primeira vez estava eu no meio de um pelotão de atletas junto daqueles com quem costumava treinar para uma prova e a única coisa que eu tinha no pensamento era tentar durante a corrida não perder de vista aqueles com quem eu costumava treinar. O tiro da partida soa e no meio daquele imenso mar de gente tento não perder de vista os restantes colegas, o ritmo com que sigo atrás deles é louco, não era o meu ritmo, mas aquela sensação de ficar só durante a corrida leva-me a tentar segui-los, e o resultado estava à vista.
Que grande estoiro, ainda não tinha chegado a meio da prova e as pernas já não davam mais, a pulsação estava praticamente nos limites, terminei com cerca de 52 minutos completamente de rastos
Esta foi a minha primeira prova e será sempre um prazer poder corrê-la.
Domingo lá estarei em AVINTES.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Marisa Barros termina Maratona de Yokohama no 3º lugar

Marisa Barros foi hoje 3ª classificada na Maratona de Yokohama, no Japão, com um recorde pessoal de 2h25m04s, marca que a qualifica para o Mundial, a disputar em finais de agosto em Daegu, na Coreia do Sul.
A prova foi ganha pela japonesa Yoshimo Osaki, que se isolou aos 38 kms e terminou com o tempo de 2h23m56s, seguida pela sua compatriota Remi Nakazato, com 2h24m29s.
Depois de a etíope Derartu Tulu, uma das favoritas, se ter atrasado logo aos 10 kms de prova, Marisa Barros ficou com três japonesa na liderança da corrida quando as três "lebres" de serviço terminaram a sua função, aos 30km.
Mais uma excelente prova daquela que é neste momento a melhor maratonista  portuguesa e uma das melhores a nivél mundial.
Parabéns Marisa.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Exercicio anti-stress

Aí está um excelente exercicio para  os tempos livres.

DIVIRTAM-SE
Clicar com o rato sobre o.......... arraste-o, faça-o dar cambalhotas , sustenha a sua queda, ajude-o a cair... o que quiser...
O importante é conseguir aliviar o seu stress!!!!
seguir o link:

http://sorisomail.com/email/456/jose-socrates--um-primeiro-ministro-muito-flexivel.html

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Semana Pós Trail

Esta foi mais uma semana com algum cansaço à mistura.
Após a meia de Viana que venho sentido umas dores nas costas algo incómodas, a prova de trail efectuada na semana passada, e que eu não estava habituado a fazer deixou ainda mais algumas mazelas que me continuam a incomodar, contudo o prazer de correr continua a ser mais forte.
Esta semana foram três treinos durante a semana, dois deles ainda com os músculos todos doridos  das subidas e descidas do trail.
Hoje foi mais um  treino que se previa longo mas que acabou por se ficar pelos 17km, talvez pelo tempo que se fez sentir com chuva e vento algo desagradável para correr.
Ainda bem que ficou pelos 17 porque  as pernas hoje não queriam ir mais longe.
Esperemos melhores dias.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Itrail de Alvelos- Barcelos

Fiz hoje a primeira prova de trail em Barcelos, a ideia de participar na prova foi mais no sentido da descoberta do que é o trail. A prova foi muito dura, o percurso segundo alguns dos entendidos nestas andanças era complicado e com um certo grau de dificuldade.
A determinada altura pergunto-me : gostaste da prova?
E a resposta surge:  Não sei.
Não posso dizer que não gostei, talvez para iniciação, esta prova não fosse a melhor porque praticamente todo o percurso é no pinheiral, e não deu para poder desfrutar das paisagens que a natureza nos mostra neste tipo de provas. Mas que me senti bem neste terreno também foi verdade, conclui a prova em 1:39:15 com a distancia de 15km certos.


Esta prova com inscrições gratuitas, e  com algum espírito amador, face a outras provas do género esteve á altura das expectativas, um razoável numero de atletas, alguns vindos de Espanha, dois abastecimentos com água e um com isotónico, agua, coca-cola, percurso bem assinalado,  no final quem quis tomar banho, pôde fazê-lo, diria que para uma prova gratuita e sem grandes patrocinadores foi muita bem organizada.


Resumindo, foi uma experiência que talvez se torne a repetir, quase de certeza.
Ficam algumas fotos de colegas que me acompanharam nesta tarde dedicada ao TRAIL.