A TODOS AQUELES QUE POR AQUI PASSEM SEJAM SEMPRE BEM VINDOS A ESTE ESPAÇO DEDICADO AOS MEUS TREINOS DE CORRIDA
E A TUDO QUE POSSA INTERESSAR NA NOSSA VIDA





















domingo, 27 de março de 2011

Desmotivação, Cansaço, Falta de vontade...

O que até à pouco tempo atrás era uma alegria contagiante , tornou-se ou pelo menos está a tentar tornar-se numa falta de vontade e desmotivação enorme.
Nunca em altura alguma senti o que estou sentindo neste momento e pior que isso é que não encontro respostas nem solução para resolver o problema.
Após um inicio do ano em que tudo parecia estar a correr bem entre algumas provas efectuadas e os treinos diários, foi surgindo um cansaço tremendo nos membros inferiores principalmente a nivél dos joelhos que têm conseguido desmoralizar-me .
A aalegria, a vontade de todos os dias correr, de estar com os amigos no parque está neste momento a transformar-se e a dar lugar á falta de vontade para comparecer  para o treino diário.
O que será esta falta de força nos joelhos?

6 comentários:

  1. Olá amigo Novais!
    Para já, lamento aquilo por que está a passar. Mas digo-lhe que são raros aqueles que ao longo da sua carreira (profissionais e amadores) não passam por fases assim.
    Sugiro o artigo do prof. António Campos que publiquei há dias - "Overtraining". Este pode bem ser um dos motivos. Depois, a questão dos joelhos... que terá mais a ver com a medicina...
    Experimente (se os joelhos o permitirem):
    1- Fazer um plano(no papel) para treinar e por um período de 4 semanas (min.); só ao fazê-lo, a motivação para treinar vai surgir.
    2- Na primeira semana inclua treinos fora do local habitual, em sítios fáceis (sem subidas) e de cargas reduzidas.
    3- Procure alguém para o acompanhar - com hora previamente marcada, para não caír na tentação de falhar.
    4- Esta primeira semana deve ter umas 4 a 5 sessões.
    5- Diga-me o resultado!... (eu já o comprovei)

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  2. Novais,

    Sobre as razões do problema não sei dar pistas de resolução. A única coisa que me ocorre dizer nestas coisas é que a corrida é algo que devemos fazer sempre que nos sintamos com vontade. Correr só por obrigação não é uma boa ideia.

    abraço
    MPaiva

    ResponderEliminar
  3. Viva Carlos:
    Obrigado pelas dicas eu já tinha lido o post anterior, por acaso também já algum tempo atrás tinha lido algo do género, sinceramente não sei se será o problema porque não estou a fazer nada a mais do que fazia, talvez tenha exagerado demasiado cedo os treinos longos após a lesão por altura da maratona do Porto, a nivél dos joelhos os exames efectuados indicam que está tudo bem, estou já algum tempo a diminuir a carga, e espero que está fase passe.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Viva Miguel.
    Esse é que é o problema, eu quero correr as coisas é que não funcionam como nós esperamos, esta situação de falta de força têm-se vindo a notar após a meia de Viana, como já disse no comentário anterior ainda bem que os Rx efectuados não acusaram nada, talvez seja excesso de carga, esperemos que com a entrada da primavera e com a vinda do sol e do calor as coisas se alterem.

    Um abraço e continuação de bons treinos para essa maratona que está aí à porta

    ResponderEliminar
  5. Olá Caro Novais. Antes de mais aqui vai um abraço de motivação e força!
    Embora não tenha grande experiencia uso pequenos truques quando tenho "quebras de motivação" :
    Compro uns tenis novos ou
    Altero o percurso habitual para não me cansar da paisagem ou
    Uso um MP3 e vou distraido e sozinho a correr e a pensar na vida ou pura e simplesmente dou um intervalo a mim proprio, de forma geral não consigo aguentar mais de uma semana sem correr.

    ResponderEliminar
  6. Olá Atletismo Valejas:
    Antes de mais obrigado pela visita,será sempre um prazer poder contar com sua visita em futuros posts.
    Obrigado pelas dicas aqui deixadas, o MP3 normalmente uso quando corro sozínho em relação ao percurso não sendo sempre o mesmo, acabo por passar pelo menos em algumas partes pelos mesmos locais. Acima de tudo penso que talvez um pouco de descanso poça ser o suficiente.
    Obrigado pela visita e um abraço

    ResponderEliminar