A TODOS AQUELES QUE POR AQUI PASSEM SEJAM SEMPRE BEM VINDOS A ESTE ESPAÇO DEDICADO AOS MEUS TREINOS DE CORRIDA
E A TUDO QUE POSSA INTERESSAR NA NOSSA VIDA





















sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO

A todos aqueles que por aqui passam um FELIZ ANO NOVO .
Que  tudo aquilo que desejamos se realize em 2011.
BOM ANO

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

S.SILVESTRE DO PORTO

Pela primeira vez corri ontem a S. Silvestre do Porto. Se tudo corresse normalmente esta seria a 3ª vez que a ia correr, mas nem sempre o que nós queremos acontece, por isso sendo a primeira vez e sabendo das dificuldades do percurso sabia que não andaria muito longe do tempo efectuado na prova de Paranhos,  desde que tivesse um pouco de cuidado na primeira volta.
A noite estava gelada, por isso tinha que fazer um bom aquecimento e isso fez com que ficasse a uns bons metros atrás da linha de partida, praticamente só tive caminho livre na Rua Sá da Bandeira, até lá fui colocando a mão à frente para não tropeçar em minguem.
A primeira subida atá ao Marquês até que não correu mal, depois quando entrou na parte plana deu para recuperar, o pior foi a descida da Rua Antero Quental até Av. dos Aliados, tive bastante dificuldade para descer pois é uma descida acentuada e tinha quase a certeza que se a descesse normalmente ia provavelmente romper novamente o músculo da canela, o impacto da passada era tremendo tive necessidade de travar constantemente. Passei no pórtico da partida com  21' 55'' entretanto começa a subida para a segunda volta, até ao inicio da rua de Santa Catarina ainda fui bem, mas a partir daí foi um pouco complicado, o impacto da primeira descida deixou moça nos músculos das canelas e estive quase a parar, se naquele preciso momento não tivesse passado o Correia e puxar por mim teria parado ali. Lá fui até ao Marquês com ele, só que não deu para o acompanhar, mal entramos no plano eu tinha que abrandar um pouco para me recompor.
Chega a descida, e novamente os cuidados, principalmente até descer a rua de Camões, depois já num terreno menos inclinado deu para aproveitar um pouco e recuperar algum tempo.
Resultado final  oficial 47'21''
Para a primeira vez neste difícil percurso foi muito bom, para o ano lá estou novamente desde que não haja contratempos.
A próxima será já para a semana em Santo Tirso.

Resultados Aqui:
http://www.runporto.com/ss_resultados.html

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

O COMBOIO DA VIDA

"Numa viagem de comboio, ao longo do percurso, pode acontecer uma grande adversidade de situações. 
A Nossa existência terrena pode ser comparada a uma dessas viagens, mais ou menos longa.
Primeiro, porque é cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques, e grandes tristezas em algumas partidas.
Quando nascemos, entramos no comboio e deparamos com pessoas que desejamos que sigam sempre connosco: os nossos pais. Infelizmente, isso não vai acontecer: em alguma estação eles descerão e deixar-nos-ão órfãos dos seus carinhos. amizade e companhia insubstitúiveis.
Mas durante a viagem, outras pessoas especiais embarcarão e seguirão viagem connosco: os irmãos, amigos, amores e filhos. A viagem não é igual para todos. Alguns fazem dela um passeio, outros só vêem nela tristezas, e outros ainda circulam pelo comboio, prontos para ajudar quem precise.
Muitos descem e deixam saudades eternas...   Outros passam de uma forma que, quando desocupam o seu assento, ninguém se apercebe.
Curioso é constatar que alguns passageiros que nos são caros se acomodam em carruagens distantes da nossa, o que não impede, é claro, que durante o percurso nos aproximemos deles e os abracemos, embora jamais possamos seguir juntos, porque haverá alguém ao seu lado  ocupando aquele lugar.
Mas isso não importa, pois a viagem é cheia de atropelos. sonhos, fantasias, esperas, despedidas. O importante, mesmo, é que façamos a nossa viagem da melhor maneira possivél, tentando relacionar-nos bem com os demais passageiros, vendo em cada um deles o que tem de melhor.
Devemos lembrar-nos sempre que, em algum momento do trajecto, eles poderão fraquejar e precisamos entendê-los, pois nós também fraquejamos muitas vezes e gostamos que haja alguém que nos entenda.
A grande diferença, afinal, é que no  comboio da vida, nunca sabemos em que estação teremos que descer. e muito menos em que estação descerão os nossos amores, nem mesmo aquele que está a nosso lado. É possível que, quando tivermos que desembarcar, a saudade nos venha fazer companhia....
Porque não é fácil separar-nos dos amigos, nem deixar que os filhos sigam viagem sozinhos.
No entanto, em algum lugar, há uma estação principal par onde todos seguimos, lá nos reencontraremos todos,  e quando chegar essa hora teremos grandes emoções em poder abraçar os nossos amores, e matar a saudade que nos fez companhia por longo tempo...
Que a nossa breve viagem seja uma grande oportunidade de aprender e ensinar, entender e atender aqueles que viajam ao nosso lado, porque não foi o acaso que os colocou ali...
Que aprendamos a amar e a servir, compreender e perdoar, pois não sabemos quanto tempo ainda nos resta até  á estação onde teremos que deixar o comboio".



Este texto foi retirado de um mail que recebi, e traduz em grande parte aquilo que se passa hoje em dia no nosso dia-á-dia, nem sempre damos valor e atenção aos nossos amigos, á nossa família e só nos damos conta disso  precisamente quando algum deles desembarca numa dessas estações. Por isso nesta altura e não só é sempre bom lembrarmos aqueles  que nos são queridos e desejar-lhes um Bom Natal e Festas Felizes e que em 2011 possam continuar viagem nesse COMBOIO DA VIDA

sábado, 18 de dezembro de 2010

PARABENS ÁS MENINAS DO NOSSO ATLETISMO

Era para ter aqui deixado mais cedo   uma mensagem de parabéns e agradecimento aquelas meninas que formaram  a selecção nacional feminina de atletismo, por isso aqui ficam os meus sinceros votos de parabéns pelo feito conseguido,  a todas vós e em Especial á Jessica Augusto pelo titulo de campeã europeia de corta-mato
Isto sim dá ORGULHO SER PORTUGUÊS


SEMANA NEGRA

Estou escrevendo este post e ainda me sinto cansado. Após o treino longo de Domingo passado, cerca de 19 Km com saída do parque da cidade em direcção à Igreja de S. Francisco, estava previsto ir e vir pelo mesmo caminho, mas como já estamos relativamente perto da S. Silvestre do Porto resolvemos subir até ao Marquês e voltar ao Parque, foi sem dúvida um treino puxado, subir da ribeira ao marquês ainda custa um pouco, mas a partir daí quando começamos a descer pela constituição até ao Parque foi sempre abrir, Resumindo:
O pior estava para vir, pois durante toda a semana e nos quatro treinos que fiz senti-me tremendamente cansado, normalmente faço treino durante toda a semana só descanso ao sábado mas cheguei a Sexta e o corpo já pedia descanso. por isso aproveitei e fiz caminhada.
A SEMANA NEGRA ficou concluída com:
Contagem:  4 actividades
Distancia:    40.96 km
Hora:          03:46:35 h'm's

sábado, 11 de dezembro de 2010

OBJECTIVOS E PERSISTÊNCIA

Nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles, a suíça Gabrielle Andersen, desidratada, desorientada e com uma cãibra na perna esquerda, caminhou os últimos 200 metros da maratona, vencida pela norte-americana Joan Benoit, levando 10 minutos para completá-los.Ao cruzar a linha de chegada, Gabrielle caiu desacordada nos braços dos médicos. Após a prova, a atleta disse que queria terminar o percurso, pois aquela talvez fosse sua única oportunidade de participar dos jogos devido a sua idade.

Ela chegou apenas na 37ª posição
entre 44 corredoras, mas foi mais aplaudida que a medalhista de ouro.O fato é considerado um dos maiores
 exemplos de perseverança, garrae espírito olímpico.
Veja abaixo o vídeo:

Sempre que vejo e revejo este vídeo
 à qualquer coisa que me percorre o corpo que me deixa arrepiado, a força de vontade, a garra e o poder da mente consegue na maior parte das vezes superar tudo e todos.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

BEM VINDOS AO MEU BLOG

Este é o primeiro comentário no blog: 
 era para ter começado à uns anos atrás, o tempo não é muito, também não tenho o dom da escrita e criar um blog sobre corrida e mais em particular, sobre os meus treinos e corridas não era fácil, por isso só agora praticamente no Fim do Ano e após a Maratona do Porto que eu não corri devido a um pequeno problema que surgiu duas semanas antes da mesma, como só à pouco tempo atrás "cerca de 2 semanas"é que voltei a treinar após lesão no músculo da canela.



Hoje corri a 53º Volta a Paranhos, uma das corridas mais antigas ou talvez a mais antiga prova de estrada em Portugal.
Estava um tempo excelente para correr , não estava frio, o céu estava um pouco encoberto a querer ameaçar chuva que chegou já muito perto do final da prova.
Quando iniciei a prova as expectativas não eram muitas, tinha estado lesionado, parei cerca de um mês, estava a voltar aos poucos e só nas duas últimas semanas é que estava tudo a voltar ao normal, por isso e sabendo que ainda não estava bem e pelos treinos que vinha fazendo  estava a pensar fazer um tempo na ordem dos 5o' mas, provas não são treinos  a motivação é sempre outra,  partir no meio de um pelotão tão grande e após o tiro de partida por vezes mesmo podendo controlar os tempos ao km, a ansiedade e o entusiasmo leva-nos muitas vezes a fazer loucuras, e no fundo foi o que aconteceu, notei logo durante o aquecimento que estava num dia bom para correr, quando passei aos 6km  praticamente após a subida de S.Dinis deu para perceber que ia fazer um bom tempo  desde que  na última subida até à meta não faltassem as pernas, e era o que ia acontecendo  se a subida tinha uns metros mais tinha ido tudo por água abaixo.  Acabei com 45' 45''  tempo oficial, no meu Garmin  45' 24'' por isso para a primeira prova após lesão e olhando ao percurso da mesma foi um excelente tempo que  já me deixou satisfeito para a  S.Silvestre do Porto.